HIPNOSE E TIMIDEZ

A timidez é uma sensação de impotência para atuar na presença de outras pessoas. Um medo intenso por não confiar em si mesmo e nos outros. O indivíduo não consegue se expor pelo medo de opiniões contrárias ou desfavoráveis sobre sua pessoa. Sente-se inseguro e tem muito medo de fracassar. As causas podem ser uma predisposição genética ou fatores culturais, como a superproteção dos pais. 
A timidez pode ser crônica, quando aparece em qualquer situação social, ou situacional. A timidez é um mal silencioso, exatamente pelo fato de ser tímido, o paciente acaba não buscando ajuda, e por isso sofre sozinho ou demora muito para buscar ajuda.
As pesquisas nos mostram que os tímidos acabam tendo muitas perdas e deixam de experimentar ou aproveitar diferentes oportunidades em termos pessoais e profissionais. Dificuldades tais como: namoram menos, casam-se mais tarde, tem menos filhos, progridem menos no emprego, acabam usando álcool e drogas como estimulante e desinibidores, se isolam mais, possuem sentimento de inadequação e acabam desenvolvendo mais doenças em relação às pessoas desinibidas.
O tratamento com hipnose pode ser iniciado com o fornecimento de instrumentos para o desenvolvimento pessoal do paciente. É necessário modificar o ciclo de constantes fracassos sociais. Verificar quais são as limitações reais, e o que pode ser superado. Na hipnose é possível desenvolver novas formas de pensar e aprender a lidar com a dificuldade de forma diferente nas situações sociais. Com a hipnose pode-se desenvolver aprendizagens e pensamentos através de fenômenos como pseudo-orientação no futuro ou progressão de idade, onde o paciente é colocado em situações futuras de su
cesso pessoal e profissional.