HIPNOSE E OBSESSIVIDADE

O Transtorno de Personalidade Obsessivo-Compulsivo caracteriza-se por uma preocupação excessiva com a organização, perfeccionismo e o controle mental e interpessoal. Esse controle é mantido por uma ligação bastante forte às regras, formalidades, horários ou detalhes triviais. O indivíduo não consegue desenvolver uma atividade com tranqüilidade e na maioria das vezes perde o essencial, ou seja, a verdadeira razão da atividade. O que deveria ser um passatempo, passa a ser algo sério e muito bem organizado, com regras e padrões a serem seguidos, e por vezes, isso os afasta do lazer e das amizades. 
Pelo fato de serem perfeccionistas, desprendem muitos cuidados nas ações, às repetindo por várias vezes em busca de possíveis erros. Com isso, atrasam trabalhos que deveriam ser entregues, não conseguem cumprir prazos e não percebem que deixam ou outros muito incomodados pelas suas atitudes. Não conseguem administrar o tempo de forma coerente, e acabam deixando coisas importantes para a última hora. Fatos esses, que vão gerando sofrimento significativo no indivíduo. 
Além de seguirem as regres e princípios morais a risca, procuram fazer com que os outros também o façam. São auto-críticos com os próprios erros e cobram do outro. 
Os indivíduos com este transtorno normalmente são bastante apegados aos seus objetos, não se desfazendo, mesmo que não tenha mais utilidade, ou que não tenha um valor sentimental. Não conseguem delegar tarefas, e tudo deve ser feito a sua maneira, acabam sendo vistos como rígidos e teimosos e tem dificuldades de lidar com a mudança. 
Com a hipnose é possível obter bons resultados, levando o paciente a conscientização de suas ações serem exacerbadas. Mostrar que a rigidez com que age, o leva a um sofrimento muito grande. É necessário manter uma postura mais coerente e de bom senso frente as diferentes situações do dia-a-dia, para que possa viver de forma
mais tranqüila e divertida.